Pôster Eletrônico

22/11/2021 - 09:00 - 18:00
PE07 - Epidemiologia da saúde do adolescente (TODOS OS DIAS)

37081 - INSATISFAÇÃO CORPORAL E ASPECTOS PARENTAIS PARA CONTROLE DE PESO EM MENINAS ADOLESCENTES
RAFAELA SANTI DELL'OSBEL - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS), ROZIANE VICENZI FORTES - UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL, TALITA DONATTI - UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS (UNISINOS), RUTH LIANE HENN - UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS (UNISINOS), CLEBER CREMONESE - UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA (UFBA), EDISON CAPP - UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS), MARIA LUÍSA DE OLIVEIRA GREGOLETTO - UNIVERSIDADE DO VALE DO RIO DOS SINOS (UNISINOS)


Objetivos: Identificar associações entre insatisfação corporal e aspectos parentais de controle de peso em adolescentes do sexo feminino do Sul do Brasil.
Métodos: Estudo epidemiológico observacional transversal, de base escolar. Participaram 904 adolescentes do sexo feminino, matriculadas em turmas de 8º e 9º ano escolar de escolas públicas de Caxias do Sul/RS. Coleta de dados foi realizada por questionário autoaplicável, em sala de aula. Como desfecho, investigou-se a insatisfação corporal, por meio de escala de silhuetas. Escore resultante com valores diferentes de zero caracterizam a presença dessa condição. Comportamentos dos pais, como prática de dieta para controle de peso, incentivar a adolescente a comer alimentos saudáveis e para fazer dietas para controle de peso, bem como comentários sobre o peso da adolescente e de outras pessoas, foram investigados como aspectos parentais relacionados ao controle de peso. Para possíveis associações, análises bivariadas, com aplicação de teste Qui-Quadrado e, multivariada, por regressão de Poisson, foram realizadas, com estratégia backwards e controlando modelo com o estado nutricional. Considerou-se um nível de significância estatística de 5%.
Resultados: 82,1% das adolescentes apresentavam insatisfação corporal. No modelo final, incentivo da mãe à prática de dietas para controle de peso (às vezes: RP: 1,16; IC95% 1,06–1,26; e sempre: RP: 1,11; IC95% 1,02–1,22) e comentários do pai sobre o peso da adolescente (às vezes: RP: 1,11; IC95% 1,02–1,21; e sempre: RP: 1,18; IC95% 1,11–1,25) estiveram associados ao desfecho.
Conclusões: Achados atuam facilitando a identificação e prevenção precoce de fatores de risco para insatisfação corporal.

Trabalhos Científicos

Veja as regras para envio dos resumos e fique atento aos prazos.

SAIBA MAIS
Programação Científica

Consulte a programação completa das palestras e cursos disponíveis.

SAIBA MAIS
Informações Importantes

Informe-se!
Veja as últimas notícias!

SAIBA MAIS